terça-feira, 24 de janeiro de 2012

O QUE É ANARQUISMO



No senso comum, anarquia é sinônimo de caos, bagunça, desordem. Essa ideia de baderna está bem distante do sentido original da palavra. Anarquia vem do grego Anarkos (an=não, arkos=poder) ou Acracia (a=sem, cracia=governo), quer dizer sem governo, sem autoridade, sem hierarquias - logo sem Estado. Negando qualquer princípio de autoridade - Poder - os anarquistas lutam pela formação de sociedades livres baseadas na solidariedade e voltadas para que cada ser humano realize suas potencialidades, sem que para isso precise explorar os outros. Buscando uma vida em equilíbrio com o ambiente e a formação de sociedades autogestionárias, baseadas na socialização dos bens materiais e intelectuais.

As vertentes do Anarquismo: 1)Socialistas Libertários; 2)Comunistas Libertários;3)Libertários; autonomistas, trabalham para "revolucionar o cotidiano e cotidianizar a revolução", em uma contínua busca pela Revolução Social. A militância dos indivíduos e grupos dispostos a transformar a si mesmos e as relações sociais está voltada para libertar o ser humano das diversas formas de autoritarismo e opressão: Estado, partidos, família, escolas, instituições, polícias, exércitos, capitalismo, igreja - não confundir com religiosidade -, etc. E simultaneamente, enfrentar as dificuldades permanentes na construção de uma sociedade igualitária, formada por indivíduos livres e fruto de um processo polifônico - onde interagem criativamente: prazer e dor, alegria e tristeza, vida e morte!

Grupo Semente Libertária
*Extraído do Informativo
Libera, Amore Mio - 29 - Out/1993
(CELIP - Rio/RJ - celip@bol.com.br)

Fotos: Anarquista Mikhail Bakunin /
Símbolo do Anarquismo (Google)

Nenhum comentário:

Postar um comentário